Olá, bem-vindo à FOFO PESCA

5535511477

vendas@meinerz.com.br

>
POR: 87.113,00

ou 12x de R$ 9.008,53 com juros

COMPRAR

SUZUKI MARINE

MOTOR DE POPA 4T

MOTOR DE POPA SUZUKI DF250 4T (6cc) - FOFO PESCA

MOTOR DE POPA SUZUKI DF250 4T (6cc) - FOFO PESCA

SUZUKI MARINE  | 

MOTOR DE POPA 4T

Concebido com o melhor da Suzuki e as mais avançadas tecnologias para proporcionar a última palavra em diversão e desempenho. Apresentando tanto força e durabilidade, os V6 Suzuki esbanjam espantosa velocidade. Não fique surpreso ao ver todas as outras embarcações atrás de você! A Suzuki lançou os

2 anos* (uso recreativo) / 6 meses* (uso profissional) Sem limites de horas

mais informações

MOTOR DE POPA SUZUKI DF250 4T (6cc) - FOFO PESCA

SUZUKI MARINE  | 

MOTOR DE POPA 4T

Concebido com o melhor da Suzuki e as mais avançadas tecnologias para proporcionar a última palavra em diversão e desempenho. Apresentando tanto força e durabilidade, os V6 Suzuki esbanjam espantosa velocidade. Não fique surpreso ao ver todas as outras embarcações atrás de você! A Suzuki lançou os

2 anos* (uso recreativo) / 6 meses* (uso profissional) Sem limites de horas

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

por: R$ 87.113,00

ou por 12x de R$ 9.008,53 com juros

ESTOQUE: 1

Quantidade

+

-

COMPRAR

Frete Grátis

Descrição do Produto

HP: 250

Cilindros: 6 (V6) 55 graus

Motor: 4 Tempos

Tipo: DOHC de 24 válvulas

Cilindradas: 3.614

Sistema de Arrefecimento: Refrigerado à água com termostato

Sistema de Ignição: Totalmente transistorizado

Partida: Elétrico

Sistema de Alimentação: Injeção de combustível eletrônica sequencial multiponto

Hélice: 3x16x20R Inox

Mudança de Velocidades: F-N-R

Sistema de direção: Remoto

Sistema de exaustão: Através do cubo do hélice

Tanque de combustível Remoto (L): sem tanque

Altura da rabeta: Rabeta X: 25 pol. (635 mm)

Método de compensação (trim): Compensação e inclinação elétricas

Peso Líquido (excluindo óleo e acessórios): 275 kg.

Diâmetro x curso (mm): 95x85

Potência máxima kW (PS): 184.0 (250)

Carregamento da bateria: 12V 54A

Relação de engrenagens: 2.29:1

Proteção da transmissão: Cubo de borracha

Seleção do hélice: 3x16x20R Inox

Escapamento: Através do cubo do hélice

Montagem do motor: Montagem anticisalhamento

Lubrificação: Óleo 4T especificação SAE 10W-40 API SG/SH/SJ/SL/SM

Garantia: 2 anos* (uso recreativo) / 6 meses* (uso profissional) Sem limites de horas - *As revisões devem ser registradas no livro de garantia. O proprietário deve guardar as notas fiscais que comprovem a realização das revisões.

 

ITENS QUE ACOMPANHAM ESTE MOTOR

- 1 hélice;
- 1 comando lateral (para modelos rotantes);
- 1 mangueira de gasolina;
- 1 kit de ferramentas;
- 1 manual do proprietário;
- 1 kit de parafusos do motor;
- 1 kit de encosto do hélice;
- 1 chicote elétrico (para modelos rotantes);
- 1 conector de adoçamento;
- 1 relógio multi-função digital;

 

FORÇA V6

Concebido com o melhor da Suzuki e as mais avançadas tecnologias para proporcionar a última palavra em diversão e desempenho.  Apresentando tanto força e durabilidade, os V6 Suzuki esbanjam espantosa velocidade. Não fique surpreso ao ver todas as outras embarcações atrás de você!
A Suzuki lançou os motores V6 de quatro tempos pela primeira vez em 2003. Estes motores, apoiados na experiência de 14 anos da Suzuki em tecnologia V6, vão te proporcionar fantásticos momentos na água.

 

REDUÇÃO DE MARCHAS EM DOIS ESTÁGIOS (2-STAGE GEAR REDUCTION/2.29 GEAR RATIO)

Os motores de popa Suzuki com eixo deslocado também apresentam a tecnologia de redução de marchas em dois estágios, a qual foi projetada para obter uma grande redução na relação de engrenagens. Este sistema oferece torque  necessário para girar um hélice de grande diâmetro. Isto é normalmente feito usando uma caixa de engrenagens maior, mas a Suzuki vem empregando há bastante tempo um sistema de redução em dois estágios. Esse sistema dá o torque necessário sem a necessidade de acrescentar peso ou volume ao motor. Com uma relação de transmissão final de 2.29, o DF250 produz bastante torque para uma aceleração rápida.

 

EIXO DE TRANSMISSÃO DESLOCADO (OFFSET DRIVESHAFT)

Os motores a partir do DF70A possuem um eixo deslocado que posiciona a cabeça de força para frente do eixo. Esta configuração move o centro da gravidade do motor de popa para frente, resultando em melhor distribuição de peso e contribui para estabilidade direcional.

 

CORRENTE DE DISTRIBUIÇÃO AUTOAJUSTÁVEL (SELF-ADJUSTING TIMING CHAIN)

A corrente de distribuição funciona banhada em óleo, por isso nunca precisa de lubrificação. Além disso, está equipada com um tensor hidráulico automático, que permanece ajustado a todo momento. Simples, eficaz e livre de manutenção.

 

SISTEMA DE INCLINAÇÃO (TILT LIMIT)

O DF250 apresenta um sistema de limite de inclinação que ajuda a proteger a embarcação contra danos que possam acontecer ao inclinar o motor de popa. O design incorpora tanto as funções de limitador de inclinação como de sensor, o que permite a instalação do motor de popa em praticamente qualquer tipo de embarcação.

 

SISTEMA DE COMANDO DE VÁLVULAS VARIÁVEL (VARIABLE VALVE TIMING - VVT)

A regulagem do Sistema de Comando de Válvulas Variável (VVT) da Suzuki é utilizada para ajustar o perfil do comando durante a operação para conseguir maior eficiência, mais potência e mais torque para a faixa de funcionamento em média e baixa rotação. ao incorporar esta tecnologia aos motores de alto desempenho, que utilizam perfis de comando agressivos projetados para maximizar a potência em altas rotações, consegue-se que os motores de popa como o DF250 proporcionem potência e desempenho superiores em toda  a faixa de operação do motor de popa.

 

INDUÇÃO MULTI-ESTÁGIO (MULTI-STAGE INDUCTION)

Conseguir colocar a quantidade certa de ar dentro do cilindro tem um grande impacto na performance. Operações de alta velocidade tipicamente requerem um maior volume de ar. O sistema de Indução Multi-Estágio da Suzuki atende essas necessidades ao usar dois  tubos de admissão por cilindro para garantir que o motor obtenha a quantidade certa de ar. A baixas velocidades, o ar entra na câmara de combustão através de  um longo e curvado tubo projetado para melhorar a combustão e aumentar o torque a baixas rotações. Conforme as rotações por minuto aumentam, as válvulas se abrem sobre os tubos de admissão diretos. Menores, estes tubos permitem que uma grande quantidade de ar entre na câmara, aumentando a habilidade do motor em respirar eficientemente a altas rotações por minuto, resultando em alta potência de saída durante operações de altas velocidades.